logo dolce aroma

Sábado, 24 de Julho de 2021, 10h:40

Tamanho do texto A - A+

Historia do Café

A Origem

Mesmo sem registros oficiais de sua origem, o Café é uma planta nativa das regiões altas da Etiópia (Cafa e Enária).

Alguns registros afirmam que o consumo de café começou por volta de 575 d.C., mesma época das lendas sobre a origem do café, que nessa época os etíopes usavam de diversas maneiras: a polpa era consumida nas refeições, macerada ou misturada em banha, além de fazer suco com os frutos, que fermentado se transformava em bebida alcoólica, e já as suas folhas eram mastigadas ou utilizadas no preparo de chá.

Em uma das possibilidades sobre a origem do nome, a região de Cafa ganha boa vantagem pela similaridade. Segundo uma das lendas um pastor etíope, chamado Kaldi, foi quem percebeu que algumas de suas cabras mudaram seu comportamento, mais animadas e com energia, após fazer uso de folhas da planta de café.

Contam que quando Kaldi levou as sementes a um Monge, demonstrou curiosidade e decidiu preparar uma infusão com as plantas e frutos. Assim que consumiu o preparo, ele comprovou que as plantas causavam uma certa agitação. Alguns dizem que o Monge, inicialmente considerou essa fruta de “trabalho do diabo”, mas alguns contam que ele considerou positiva e passou a consumir o preparo dos frutos avermelhados nas noites de reza.

A Arábia

Da Etiópia foi levado para a Arábia, que tentaram manter o privilégio da sua origem, pois foram os primeiros a realmente cultivar o café, assumindo grande importância social devido ao seu uso na medicina da época para a cura de diversos males.

Em outra possibilidade da criação da palavra Café, aponta para a origem na Arábia, por lá a planta era conhecida como Kaweh e a bebida foi denominada como Kahwah ou Cahue, que significa Força.

Conhecida também como, vinho da Arábia, o café ganhou escala comercial no séc. XIV, na região de Moka, principal porto do Iêmen,  que foi responsável por um dos maiores cultivos do produto no mundo árabe. E o seu porto, o maior exportador!

Na Europa

Da Arábia o café foi levado primeiramente para o Egito no século XVI e logo depois para Turquia. Na Europa, no século XVII, foi introduzido na Itália e na Inglaterra. O café era consumido por diversas classes sociais, inclusive por intelectuais. Logo depois passou a ser consumido em vários outros países europeus, chegando à França, Alemanha, Suíça, Dinamarca e Holanda.

Nas Américas

Seguindo sua marcha de expansão, os holandeses, franceses e portugueses, disseminaram para o restante do mundo, transformando suas colônias nas Índias Orientais em grandes plantações de café, que chegou nas Américas e nos Estados Unidos, atualmente o maior consumidor e importador mundial de café.

No Brasil

Na Guiana Holandesa (hoje Suriname), foram introduzidas mudas do Jardim Botânico de Amsterdã, através do Governador de Caiena.

A partir desse plantio o Sargento Francisco de Mello Palheta transportou para o Brasil, para a cidade de Belém (Pará) em 1727. Em Belém, a cultura não foi muito difundida, sendo levada nos anos seguintes para o Maranhão e chegando à Bahia em 1770. No ano de 1774 o desembargador João Alberto Castelo Branco trouxe do Maranhão para o Rio de Janeiro algumas sementes que foram semeadas na chácara do Convento dos Frades Barbadinos, que a partir de então, espalhou-se pela Serra do Mar, atingindo o Vale do Paraíba por volta de 1820, posteriormente Minas Gerais, Espírito Santo e Paraná.

Nota de rodapé:
No meio do texto você deve ter reparado que alguns países possuem link para você navegar e conhecer mais sobre as regiões e o café que nós tivemos o prazer de visitar!

Reprodução :Planet's Café

 

Imprimir Comentar

Leia mais sobre este assunto

» 10 Curiosidades sobre o café

» Brigadeiro de Café

» Origem do Cappuccino

» Café te ajuda a ver o lado bom da vida!

» Café Gelado

» Por que todo homem deveria tomar café?

» Os tipos de moagem de café

» Como desapegar do açúcar no café?

» Coador, filtro de papel, prensa francesa ou expresso? Qual preparo de café te agrada mais?

» Café, sua fonte de energia